10
Set
09

Como me tornar um Profissional?

7222

  Dez conselhos que eu gostaria de ter escutado 20 anos atrás:

1- Estude. E estude sempre! Se na sua cidade não existe a possibilidade de fazer um curso, leia, forme um clube de discussão, entre na net, mas estude sempre!

2- Fotografia se faz com o cérebro, não com os olhos. Portanto alimente o seu cérebro: Poesia, música, pintura, cinema, literatura, história, boteco, amores… tudo isso torna a fotografia rica e ajuda a imprimir a sua identidade ao trabalho.

3- Administrar o seu trabalho é tão importante quanto a técnica fotográfica em si, mas nenhuma escola ensina isso. Corra para o SEBRAE mais próximo e você terá uma grande economia com Aspirinas no futuro.

4- Existem dois caminhos: Você pode se tornar um especialista (em moda ou fotografia de culinária, por exemplo) ou ser uma espécie de “clinico geral” e fazer um pouquinho de tudo. Os dois caminhos são válidos e tem vantagens e desvantagens. Como definir a melhor opção? Escute o mercado.

5- Se você pretende evoluir profissionalmente o seu equipamento também deverá evoluir junto.

6- Separe o seu trabalho pessoal do trabalho profissional. Se o trabalho pessoal é aquele onde você presta contas a você, no trabalho profissional quem manda é o cliente. Atenda as espectativas do cliente e não as suas. Ego não paga contas no final do mês.

7- Monte um portifólio. E renove esse portifólio todo ano. Essa é a ferramenta básica para avaliar sua evolução profissional. E lembre-se de que um portifólio não é apenas um monte de fotos juntas. Ele deve ter um tema, um objetivo, uma linguagem clara e o mais importante: Começo, meio e fim.

8- Invista no seu marketing pessoal: Escrever corretamente, falar corretamente, se vestir de acordo com a ocasião e sorrir não vão causar nenhum tipo de prejuizo a você.

9- Seu concorrente não é seu inimigo. Muito pelo contrário. Agindo de forma ética e incentivando outros fotógrafos a trabalharem do mesmo modo, todos saem ganhando.

10- As vezes as coisas dão errado. Tenha a humildade de avaliar onde VOCÊ errou.


9 Responses to “Como me tornar um Profissional?”


  1. 16/02/2010 às 21:05

    Você errou no 9,em inSentivando,que é com c =D

  2. 18/03/2010 às 18:49

    posso dizer com toda sinceridade, que é o tipo coisa que eu precisava ouvir.

  3. 5 Adriana Florentino
    19/03/2010 às 11:52

    Muito boa suas dicas!!!

  4. 7 Graziela
    29/10/2010 às 22:32

    Oi Fer!
    Gostei dos dez conselhos e obrigada por ter me mostrado. Alguns, até já me falaram algo parecido, mas o que eu mais gostei e tomo como item principal na vida do fotógrafo é o nº 02, sem dúvida, de todos os outros é o único que não seguiu a regra definida pelas outras linhas, ou seja, desviou totalmente do padrão. Foi por isso a minha preferência, às vezes precisamos sair do contexto, deixar a imaginação e a emoção falar mais alto do que simplesmente conhecimento e regras! Tá feito, valeu! Obrigada! Beijão!

  5. 8 Leticia
    04/05/2013 às 19:21

    Ótimo conselho, vai ajudar muito, ainda mais pra quem decidiu seguir esta carreira e esta só no começo!!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


Sobre o Autor:

Fotojornalista com trabalhos publicados em alguns dos principais jornais e revistas nacionais, tais como Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo, O Globo, Istoé, entre outros.

Atualmente dirige a Agência Fotográfica Lunapress e também é docente do SENAC lecionando fotografia na unidade Jundiaí.

Colabora com diversos bancos de imagens internacionais com destaque para a iStockphotos e a Getty Image para os quais fornece principalmente imagens sobre a América Latina.

Fotografou para diversos veículos institucionais e é responsável pelo desenvolvimento da tecnologia de fotografia em “hight-speed” adotada pela Faculdade de Engenharia de Minas da USP para registrar o comportamento de partículas em reatores de flotação.

Imagens da América do Sul

Imagens do Brasil


%d bloggers like this: